Mensagem da Liderança da Área

    Em janeiro, foi lançado o Plano da Área simplificado. Estamos quase a meio do ano, pelo que esta é uma boa ocasião para se questionar sobre o seu progresso no âmbito das três prioridades.
    A fé no Senhor Jesus Cristo manifesta-se nas nossas escolhas, especialmente perante a adversidade.
    Uma parte essencial da nossa fé é atingir a autossuficiência, tanto espiritual quanto temporal.    
    “Haverá um período de triagem e muitos cairão; pois... está para chegar uma época de teste e quem será capaz de permanecer de pé?”    
    A necessidade de termos o exemplo de pais justos é tão grande hoje como o foi no passado.
    Esta é a melhor época do ano para convidar outros a virem a Cristo pois muitos estão dispostos a assistir a um serão musical ou a participar de uma festa de natal, mas não aquilo que consideram ser uma reunião mais formal. 
    Muitos membros também estão a usar as redes sociais para convidar os seus familiares e amigos não-membros para festas de despedida para missão e festas de boas-vindas após a missão, batismos, festas da ala, bênçãos de bebés e outras atividades da Igreja.
    Na Sua misericórdia, o Senhor determinou que os Seus filhos precisam trabalhar em conjunto, ajudando-se mutuamente, de modo a alcançarem sucesso no cumprimento das leis do Evangelho.
    Recentemente a nossa filha Rute iniciou a sua missão, na missão São Paulo Sul. Antes dela partir para o Brasil, fomos, em família, ao templo de Madrid, para que ela pudesse fazer as suas ordenanças de investidura. Tivemos uma experiência que uniu toda a família.
    Eu posso expressar o meu amor pelo Salvador, que é a fonte da minha alegria, compartilhando o evangelho com as outras pessoas. O amor deve ser sempre a motivação para o trabalho missionário. 
    A Fé no Senhor Jesus Cristo é o primeiro princípio do evangelho descrito nas Regras de Fé. É o alicerce sobre a qual todo o Plano de Salvação é construído.
    O Senhor decidiu acelerar a obra de salvação nos nossos dias. Onde quer que olhemos à nossa volta, nas alas e estacas de Sião na Europa, testemunhamos milagres na conversão de muitos que estão a aceitar o Evangelho com alegria e fidelidade.