Reunião de Liderança do Sacerdócio da Estaca de Setúbal

    Reunião de Liderança do Sacerdócio da Estaca de Setúbal

    A Presidência da Estaca de Setúbal realizou a Reunião Anual de Liderança do Sacerdócio e das Auxiliares da Estaca no dia 9 de Maio de 2015 na capela de Miratejo.

    A Reunião Geral de Liderança do Sacerdócio tem o propósito de ensinar aos líderes do sacerdócio os seus deveres, aumentar as suas habilidades e fortalecer-lhes a fé. A reunião contou com a presença da presidência da estaca, membros do sumo conselho, presidência dos rapazes da estaca, bispados, secretários das alas, líderes de grupo dos sumos sacerdotes, assistentes e secretários, presidência e o secretário dos quóruns de élderes, líderes de missão de ala e da presidência dos rapazes das alas.

    Paralelamente a esta reunião, as Presidências das Organizações Auxiliares da Estaca organizaram uma reunião de formação para as presidências das auxiliares das alas com o objetivo de ensinar as líderes das auxiliares dos seus deveres, qualidades de ensino e liderança. A reunião serviu também para trocar ideias sobre o trabalho de cada organização.

    Os temas abordados na Reunião de Liderança do Sacerdócio foram: a autossuficiência, templo e indexação (ou indexing), fortalecimento da juventude e a obra missionária.

    O Presidente Raúl Estrela, segundo conselheiro na presidência da estaca, incentivou os líderes a empenharem-se nos projetos de indexação dos registos genealógicos de Portugal. A indexação é o processo de captura de informações pertinentes de história da família de documentos históricos e a disponibilização das informações para publicação na Internet, ou por outras palavras o indexador lê o registo histórico (normalmente uma imagem de registos paroquiais digitalizados pela Igreja) e retira os dados (nomes, filiação, datas) para uma base de dados que mais tarde será consultada por todas as pessoas na sua pesquisa genealógica. A Estaca de Setúbal indexou cerca de 18,000 nomes durante o mês de Abril com nove indexadores. O desafio é aumentar este número. E para participar não são precisas habilidades especiais. Basta o desejo e compromisso de dedicar algum tempo a esta obra tão importante.

    Associado a este assunto, o Presidente Estrela desafiou os líderes a divulgarem as viagens ao templo, nomeadamente as viagens de autocarro. Estas são as oportunidades únicas que alguns membros têm de ir ao templo. A meta é ter as semanas da estaca no templo repletas de membros da estaca.

    O Presidente Miguel Adriano, primeiro conselheiro na presidência da estaca, alertou para a necessidade de fortalecer a juventude. Os líderes presentes compartilharam experiências e ideias de pequenas coisas que podem fazer a diferença na vida de um jovem. A lembrança da data de aniversário, o cumprimento caloroso à entrada na capela aos domingos, a verificação dos jovens que faltaram no domingo e a designação de um jovem para saber o que aconteceu ao que faltou, e a preocupação pelos jovens que saem da Primária, foram algumas das sugestões.

    A escritura do Livro de Mórmon, em Alma dá uma pista muito interessante para o esforço de cada líder, “Ora, podes supor que isto seja tolice de minha parte; mas eis que te digo que é por meio de coisas pequenas e simples que as grandes são realizadas; e pequenos meios muitas vezes confundem os sábios. E o Senhor Deus usa de meios para realizar seus grandes e eternos desígnios; e por meios muito pequenos o Senhor confunde os sábios e efetua a salvação de muitas almas. [i] Definitivamente pequenos gestos podem fazer grandes milagres!

    A obra missionária foi o tema abordado pelo Presidente Amaro Graça, presidente da Estaca de Setúbal. Nos tempos atuais com tantos meios de comunicação, o sentido de “abrir a boca” [ii] para pregar o evangelho adquire uma nova dimensão. “Abrimos a boca” para pregar sobre Jesus Cristo, quando oferecemos um Livro de Mórmon, quando enviamos um vídeo da Igreja no Youtube, quando compartilhamos o nosso testemunho no Facebook, quando partilhamos uma escritura no Instagram ou convidamos para uma atividade na Igreja no Twitter. Temos muitos meios ao nosso dispor. Precisamos de fazer mais e confiar que o Senhor vai suavizar os corações mais duros e tocar os espíritos mais insensíveis.

    Grandes promessas são feitas aos obedientes e diligentes. Uma alegria imensa é uma delas, “E, se trabalhardes todos os vossos dias clamando arrependimento a este povo e trouxerdes a mim mesmo que seja uma só alma, quão grande será vossa alegria com ela no reino de meu Pai!”. [iii]




















    [i] Alma 37:6-7

    [ii] D&C 28:16; 60:2

    [iii] D&C 18:15