O Amor de Deus

    O Amor de Deus

    Mensagem da Liderança da Área

    TeixeiraJA_200x250.jpg

    Jose A. Teixeira
    Presidente da Área da Europa


    Nosso Pai Celestial nos ama e quer o melhor para cada um nós, sua preocupação para com os seus filhos é bem evidente, embora muitos talvez, sufocados pelos problemas e desafios naturais desta vida, deixam de ver essa manifestação constante de amor e preocupação, de um Pai amoroso e bondoso, basta uma pequena pausa de reflexão e um olhar atento em nosso redor, para logo constatarmos o amor de Deus por seus filhos.

    Olhemos então por alguns minutos para as circunstâncias favoráveis em que todos nos encontramos hoje, estou seguro que à medida que fizermos juntos esta reflexão aumentaremos nossa gratidão pelo amor de que Deus tem por cada um de nós.

    Primeiro ponto de reflexão: Deus continua a revelar sua vontade a seus servos os profetas

    Primeiro ponto de reflexão: Deus continua a revelar sua vontade a seus servos os profetas

    Que sentimento maravilhoso de segurança e paz é o de saber que Deus continua a revelar sua vontade hoje em dia a seus servos os profetas, esta é uma das grandes bênçãos que Deus nos dá, o conhecimento de sua vontade!.

    A restauração do Evangelho de Jesus Cristo e sua Igreja por meio do Profeta Joseph Smith nesta dispensação permite a todos que assim desejarem a realização das ordenanças e convénios necessários para um dia voltar e viver de novo na presença de nosso Pai Celestial.

    À medida que nós entesouramos por meio do estudo e fé as palavras dos profetas contidas nas escrituras sagradas, bem como as palavras dos profetas atuais, seremos abençoados com o desejo de continuar a guardar e viver os mandamentos, adquirindo assim paz e tranquilidade em nossos corações, por sabermos que estamos no caminho certo, que nossas famílias podem ser mais unidas, e que estaremos mais fortes para vencer os desafios da mortalidade... estas são bênçãos que não têm preço.

    Hoje em dia o Senhor guia a Sua Igreja por meio de um Profeta vivo e doze Apóstolos, tal qual nos tempos antigos. Testifico que o Presidente Thomas

    S.   Monson é o profeta actual e manifesto a minha gratidão em saber que Deus continua a nos amar transmitindo sua vontade por meio de revelação a um profeta.

    O amor de Deus será ainda mais visível em nossas vidas ao colocarmos em prática passos simples, que nos ajudarão a guiar as nossas vidas, tais como:

    •      Ler diariamente as escrituras

    •      Usar a revista da Liahona

    •      Estudar os ensinamentos da Conferência Geral

    Estes hábitos permitem estarmos atentos aos ensinamentos de Deus para nós, quando mais deles necessitamos.

    Segundo ponto de reflexão. O Templo é a Casa do Senhor e nela encontramos paz e aprendemos o Evangelho

    S e g un d o ponto de reflexão. O Templo é a Casa do Senhor e nela encontramos paz e aprendemos o Evangelho

    O Senhor instruiu o profeta Joseph Smith no inicio desta dispensação, bem como os profetas depois dele a construírem templos, para que indivíduos e famílias possam desenvolver um relacionamento profundo e intimo com no nosso Pai Celestial e seu Filho Jesus Cristo, aprendendo assim sua vontade, recebendo conselhos inspirados e fazendo convénios na casa do Senhor.

    Nosso Pai Celestial não abandonou os seus filhos e continua a revelar sua vontade nos dias de hoje, nos dando a segurança e confiança para continuarmos a trilhar o rumo certo, mas mais do isso, nos proporciona a oportunidade para realizar as ordenanças e convénios no seu Templo para podermos viver uma vida limpa e pura e nos prepararmos para retornar à sua presença.

    Com o aumento da construção de templos por todo o mundo, hoje mais do que nunca os templos do Senhor são mais acessíveis.

    Nos templos do Senhor podemos nos aproximar de Deus e Seu filho Jesus Cristo.

    As escrituras são belas ao descrever a atitude do povo no tempo do Rei Benjamim descrita no Livro de Mórmon em Mosias no capitulo 2 versículos 5 e 6 que diz o seguinte: “E aconteceu que quando subiram ao templo armaram suas tendas nos arredores, cada homem conforme sua família, que consistia na esposa e nos filhos e nas filhas; e nos filhos e nas filhas destes, do mais velho ao mais jovem, cada família separada uma da outra. E armaram suas tendas ao redor do templo, cada homem com a porta de sua tenda voltada para o templo.”

    O meu desafio é de que possamos nós também ter uma atitude semelhante ao povo no tempo do Rei Benjamim, de planear visitar o templo mais frequentemente. A atitude de quem está voltado para o Templo começa com a preparação pessoal e familiar, na nossa vida do quotidiano, vivendo a cada dia os mandamentos de Deus.

    Sem o templo não poderíamos ligar as nossas famílias para toda a eternidade, dentro do templo aprendemos princípios eternos, o que aprendemos no templo nos ajuda em nosso aperfeiçoamento e nos dá a direcção e orientação necessárias para a vida.

    Existem muitas outras manifestações do amor de Deus ao nosso redor, contudo hoje deixo o meu testemunho destas delas que estão bem ao nosso alcance, os templos do Senhor e as palavras de profetas nos dias de hoje!

    Testifico que Deus vive e nos ama, por isso nos deu estas bençãos para que possamos sentir seu amor por nós. Hoje é a hora de tomarmos as decisões pertinentes para podermos também colocar nossas tendas, nossas vidas, voltadas para Ele.