A Igreja em Portugal

A ponte 25 de Abril, na cidade de Lisboa

Informação estatística (a 01 de Outubro de 2013)

População: 10.487.289
Membros da Igreja: 40.941
Estacas: 6
Missões: 1
Distritos: 4
Alas e Ramos: 68
Centros de História da Família: 24
Templos: 1 (anunciado)
Percentagem de Membros da Igreja: 0.4%, ou uma pessoa em cada 245
 

História da Igreja

A história da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Portugal começa com alguns integrantes das forças armadas americanas, que estavam em bases militares do país, no início dos anos 70. As primeiras reuniões da Igreja de carácter regular, são dirigidas por militares, nomeadamente por John C. Peterson e Steven Lindsay, que na Primavera de 1974 visitam a Missão Madrid Espanha, para saber se o trabalho missionário se poderia iniciar em Portugal, o que não foi concedido.

A revolução em Abril de 1974 leva à criação de um novo governo, que veio a reconhecer outras entidades religiosas. Pouco depois, o Presidente Spencer W. Kimball e David M. Kennedy, representantes especiais da Primeira Presidência, visitam o país e recebem garantias de que a Igreja poderia entrar no país. Em Agosto de 1974, um membro da Igreja, Ray Caldwell, é designado pelo governo do Canadá como primeiro secretário da embaixada em Lisboa. Na sua viagem, faz uma escala em Salt Lake City, Utah e é designado como líder de grupo de quaisquer membros que pudesse encontrar. Pouco tempo depois começam a ser realizadas reuniões da Igreja na casa da família Caldwell.

Em Novembro de 1974, o Presidente William Grant Bangerter, mais tarde um membro da Presidência dos Setenta (um dos órgãos de governo da Igreja), chega a Lisboa para presidir à recém-criada Missão Portugal Lisboa. Quatro missionários são transferidos de diferentes missões do Brasil, para iniciarem o trabalho no país. A primeira reunião pública realiza-se no dia 19 de Janeiro de 1975, numa sala alugada no Hotel Roma em Lisboa.

Na ocasião, Ray Caldwell é apoiado para ser o presidente do primeiro ramo (uma pequena congregação) do país. Várias famílias são baptizadas ao longo de 1975. Nesse ano, a 22 de Abril de 1975,  o país é oficialmente dedicado para a pregação do evangelho restaurado. A oração de dedicação é proferida pelo Elder Thomas S. Monson, na altura um Apóstolo, numa cerimónia realizada ao ar livre na serra de Sintra, a cerca de 25 quilómetros de Lisboa.

A 20 de Maio de 1975, Humberto José Sousa Mendonça torna-se, então, o primeiro converso da Igreja em Portugal depois da dedicatória. Em Julho de 1976 existiam já cem membros portugueses. A Igreja atinge o primeiro milhar de membros em Julho de 1978 e passa a ter um crescimento constante desde essa data. A estaca Portugal Lisboa (equivalente a uma diocese) é criada a 10 de Julho de 1981. As estacas de Oeiras, Porto e Setúbal são criadas alguns anos mais tarde. As estacas de Porto Norte e de Coimbra viriam a ser criadas mais tarde, já nas décadas de 1990 e 2000, respectivamente.

Actualmente existem em Portugal mais de 40,000 membros em Portugal, organizados em mais de 60 congregações por todo o país, incluindo nos arquípelagos dos Açores e da Madeira. A 2 de Outubro de 2010, foi anunciada a construção de um templo na cidade de Lisboa, um novo marco na história da Igreja em Portugal. Nos últimos anos a Igreja e o estilo de vida dos mórmons tem estado sob a atenção dos media e diversos artigos têm sido publicados em Portugal.